Blog do Kenard – Notícias e Análises

1 de agosto de 2013 às 13h00min

Luís Fernando X Flávio Dino – o que estará em jogo em 2014

Agora, com a desistência de Lobão, portanto, com a afirmação da candidatura do secretário Luís Fernando (PMDB) ao Governo do Estado, como este blog previu com ampla antecipação, tudo leva a crer que teremos duas fortes candidaturas: pelo lado do governo, Luís Fernando; pelo lado da oposição, Flávio Dino (PCdoB). O que o blog antecipou pode ser lido ou relido aqui e aqui. 

Vou escrever novamente sobre o tema, sem paixão ou alguma espécie de idealismo.

Luís Fernando é, sim, um bom administrador. Os seis anos (ele não completou o segundo mandato) de administração da Prefeitura de São José de Ribamar colocam-no num patamar elevado, sobretudo se se leva em consideração as lamentáveis (e corruptas) administrações municipais Maranhão afora. E foi prefeito nas alas da oposição ao Governo do Estado.

Flávio Dino é, sim, um político preparado, não me custa afirmar isso. Alguns idiotas me tomam por adversário ou inimigo de Dino, prova de que não sabem ler. Minha função, como jornalista, é iluminar a trajetória dos políticos. Pôr uma lente de aumento, para ajudar o leitor-eleitor a enxergar melhor. Se Flávio Dino comete equívocos, a culpa dele, jamais minha. Eu repercuto o que ele faz, nunca mando ele fazer, e aí está dito tudo.

A disputa em 2014 será absolutamente diferente em alguns aspectos: 1) pela primeira vez o grupo de Roseana Sarney tem um candidato competitivo e sem mácula administrativa; 2) Flávio Dino encarna a ideia de uma oposição diferente da até aqui existente em diversos aspectos.

Em 2010, por exemplo, Flávio Dino enfrentou dois fortes candidatos, mas ambos portadores de imensas dificuldades na formulação de ideias – Jackson Lago (PDT) e Roseana Sarney (PMDB). Luís Fernando, ao contrário, por conta da práxis, tem vasta desenvoltura discursiva. E é profundo conhecedor da realidade maranhense, como Dino.

Flávio Dino conta com inúmeros entraves, a começar pelos internos, ou seja, da própria oposição. A oposição é um amontoado de ideias confusas e de interesses pessoais obscuros. Abrir caminho nesse emaranhado é tarefa quase insana. Para não falar que a máquina do governo é poderosíssima, aqui como no resto do país, é bom que se diga. Não é à toa que a oposição jamais ganhou uma eleição para o Governo do Estado após 1965. E que os tolos não me venham falar em 2006. Em 2006 venceu mais uma vez a máquina do governo, Roseana Sarney e seu grupo estavam na oposição.

Luís Fernando tem, também, um grande entrave: o grupo de que faz parte. Em 2014 o sarneísmo completará 49 anos de poder, e Roseana terminará uma escalada vitoriosa de quatro mandatos. Não há como dizer que toda essa longevidade não cause desgaste. A maior prova está em que Roseana Sarney, pelo que parece, está disposta a deixar a política de mandato de lado.

Luís Fernando terá de provar que faz parte dessa longevidade, ainda que de forma indireta, até por não ter idade para tanto, mas é diferente. A ele caberá a prova de que o bônus de ser governo não levará ao ônus de não ter mando.

Aí se encontra, de forma ligeira, o que estará em jogo em 2014.

5 Comentários para “Luís Fernando X Flávio Dino – o que estará em jogo em 2014”

  1. Heráclito

    Caro primo, quer dizer que aí no Maranhão uma análise de qualidade como essa e completamente jornalística (isenta) é tida como coisa de adversário ou inimigo? Faz bem eu estar tão distante, aqui no Rio Grande do Sul. Um grande abraço para você e toda a família.
    Resposta do Blog: Rapaz, no começo até custeio a acreditar que era você. Tudo bem? Tudo de bom para você e sua família. Meu caro, aqui é assim, a estupidez partidária cega a todos. Grande abraço.

  2. Diogo

    Perfeita analise! Não acrescento e nem tiro uma vírgula.

  3. Sirlana Lima

    Gostei,bem equilibrada sua análise.

  4. Maria

    Simplesmente inteligente e brilhante como sempre! Agora, Kenard, deixe os tolos pra lá, que digam o que quiserem, nós seus leitores somos gratos pelos seus excelentes textos e sua honradez. bjs

  5. GIL RABELO

    FICO MUITO TRISTE EM Ñ TER OPÇÃO P VOTA, NEM UM DOS DOIS SERVE P O MARANHÃO, COITATO DO POVO MARANHENSE NAS MÃOS DESSES DOIS PRINCIPALMENTE ESSE LUIS FERNANDO QUE Ñ TENHO BOA REFERÊNCIA DELE, É A PIOR ESPÉCIE DE GENTE QUE PODE EXISTIR NA FACE TERRA Ñ VALE O QUE O GATO ENTERRA, O MARANHÃO Ñ MERECE GENTE DESSA ESPÉCIE, ESSE HOMEM É MUITO RUIM E ARROGANTE, DEUS ME LIVLE DE VOTAR NESSE LUIS FERNANDO…!!!
    Resposta do Blog: E eu gosto muito de conversa fiada. Você diz que os dois não servem para o Maranhão, no entanto, só falou mal de Luís Fernando, entendo.

Deixe um comentário: